quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Os Indígenas do Rio Branco (RO)


Com a irmâ Thereza Catarina Canossa temos estado visitando a Área Indígena Rio Branco. Iniciamos a visita realizando o dia 13 o anunciado jejum em solidariedade com Dom Luiz Cappio, na aldeia de Serrinha. Em muitas aldéias o acesso continua sendo somente pelo rio. Eles sofrem a construçao de várias centrais hidrelétricas na mesma bacia, secando o rio ou soltando de improviso as águas, o qual os prejudicando para o transporte e a pesca. Algumas espécies, como o pintado e os tracajás, esto desaparecendo. A pesar da UHE Rio Branco, do Grupo Cassol, estar somente a 40 km. da aldéia de Sao Luiz, eles ainda nao tem rede de energia elétrica e faz anos que pedem atendimento. A energia produziada está sendo distribuída longe: em Alta Floresta, Nova Brasilândia, Sao Miguel do Guaporé e Seringueiras. Porém nao tem para eles. Algumas placas solares estao quebrando o galho para algumas famílias ter luz em casa. Enquanto contra a vontade dos indígenas, uma nova central já está sendo construída no mesmo rio. Vejam as fotografias no álbum citado acima, assim como do quilombo de Laranjeiras e da comunidade ribeirinha de Rolim de Moura do Guaporé. Na fotografia, o novo pajé Severino Tupari, que estava chegando de participar do encontro de pajés na Baia das Onças.
Veja fotos de Frank Caspar de 1945-1950 sobre Os Tupari:http://br.youtube.com/watch?v=BZzoT_PHpuo

Um comentário:

*** disse...

OLÁ AMIGOS, GOSTARIA DE AJUDAR A DIVULGAR ESTE SITE ATRAVÉS DO MEU BLOG: www.jaruzinho.blogspot.com para isso é preciso que me enviem o banner do site com os códigos.
grato.